quinta-feira, 28 de maio de 2009

geadas da serra

Fui convidado a fazer uma visita ao apartamento do casal caretinha. E, acreditem se quiser, eu fui! Da mesma forma que George harrison começou a ir aos autódromos assistir às corridas de Fórmula Um depois que ele saiu dos Beatles. Porém tenho certeza de que George o fazia com mais alegria do que eu fiz ao ir à casa do já citado casal.

Cheguei na hora marcada, cravadinha, como bom sujeito pontual que sou. Convidaram-me para um almoço, então cheguei às doze e trinta, confrme o marcado. Chegando perto do apartamento comecei a ouvir música, muito embora não soasse exatamente como música aos meus ouvidos, e logo veremos por que.

Toquei a campainha e logo fui recebido com muita alegria pelo Caretinha. Ele estava de calça jeans, para dar um ar mais informal ao encontro. mas aquelas calças jeans bem caretas, quase na altura do umbigo, com a camisa polo por dentro da tal claça, e adornado com um cintinho de couro trançado. Preciso dizer que o Caretinha usava um cavanhaque? E, dito e feito, eu logo reparei uma etiqueta dependurada na calça baggy do Caretinha. Muy provavelmente ele deve ter comprado às pressas, para não fazer feio diante da visita tão despojada.

A tal música citada era nada mais nada menos do que Stanley Jordan, vejam vocês. Fiquei com medo de que ele resolvesse atacar de Al Jarreau, ou talvez Quincy Jones, vai saber? Depois, pra "pesar" um pouco mais o ambiente, ele botou um disco do Sixpence None the Richer, ou Couting Crows, ou qualquer um desses matchbox 20's e marron fives da vida.

Depois do almoço, como já era de se esperar, foi servida sobremesa de manga com talher e guardanapo. Se estava uma delícia? Claro que não.

A sorte deles é que eu não sou das pessoas mais antipáticas e desagradáveis. Se fosse algum outro seria capaz de ocorrer o seguinte diálogo na mesa de jantar:

_ Gostas de blues?
_Não.
_Gostas de Jazz?
_Não.
_De country and western?
_Não.
_Então do que gostas?
_Do mal fadado punk rock.

Um comentário:

MARYZA disse...

Mas aposto q foi vc mesmo q protagonizou e agonizou o diálogo. E de quebra ainda deve ter dito não gostar de manga!